ARPEF comemora 20 anos e lança a segunda edição do Cinema Nacional Legendado – Versão Videoteca

2007-11-23 19:29:39 - Pelo segundo ano consecutivo, a Petrobras patrocina o projeto voltado para deficientes auditivos, que será lançado em novembro, no Rio de Janeiro




Os deficientes auditivos marcaram mais um ponto no quesito acessibilidade cultural. A ARPEF (Associação de Reabilitação e Pesquisa Fonoaudiológica) comemora 20 anos de trabalho em prol da reabilitação dos surdos com a segunda edição do projeto “Cinema Nacional Legendado – Versão Videoteca”, patrocinado pela Petrobras. A partir do dia 26 de novembro, mais 100 kits, com 60 novos títulos de filmes nacionais com legenda oculta (CC), serão distribuídos para associações de surdos em todo o Brasil.

Entre os filmes que integrarão o kit está o pré-candidato ao Oscar “O ano em que meus pais saíram de férias”, além de sucessos como “Casa de Areia”, “A dona da história”, “A grande família – O filme”, “A máquina”, “Castelo Rá-tim-bum”, “Dois filhos de Francisco”, “O caminho das nuvens”, “O céu de Suely”, entre outros. O projeto vai beneficiar estados como Santa Catarina, Paraná, Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Pernambuco, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

Em 2006, o projeto Videoteca revelou-se um sucesso na comunidade surda brasileira. Dentre as associações que receberam o kit, a Sociedade dos Surdos do Rio Grande do Sul, por exemplo, fez uma grande sessão de cinema com convidados ilustres como o diretor Jorge Furtado. No estado do Rio de Janeiro, a APADA (Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes da Audição) de Niterói realiza a "Sessão com Pipoca" uma vez por mês, com os filmes nacionais legendados.

O projeto foi idealizado pela fonoaudióloga Helena Dale, criadora da ARPEF, em parceria com o Centro de Produção de Legendas (CPL) – onde são produzidas as legendas ocultas dos filmes da mostra Cinema Nacional Legendado no CCBB-RJ e da programação da Rede Globo de Televisão.

Pioneira no país, há três anos a mostra CNL incentiva o acesso à informação e ao lazer por meio de sessões gratuitas de filmes brasileiros com legenda oculta. O projeto permite ao surdo acompanhar não só os diálogos das personagens, como o clima da cena, indicações de sons e música.

A proposta de reabilitação

A ARPEF surgiu da proposta de reabilitar os surdos por meio do desenvolvimento da comunicação oral, que depois foi ampliado para uma perspectiva bilíngüe, na qual as crianças são ensinadas a falar e também aprendem a língua de sinais (LIBRAS).

Entendendo a surdez de forma mais ampla e complexa, a associação passou a atuar expressivamente para diminuir as sérias barreiras enfrentadas pelos surdos. Entre as principais iniciativas da ARPEF para desenvolver a inclusão social, cultural e educacional do surdo estão a participação ativa na criação da primeira Central Telefônica para Surdos (parceria com a Feneis e ex-Telerj); a criação da primeira empresa brasileira especializada na produção de legenda oculta - o CPL (parceria com Furnas, Centrais Elétricas do RJ); a intensa campanha pela legenda na televisão por meio dos Painéis Legenda Oculta no Brasil (parceria com o CCBB - RJ); e os projetos que abriram as portas da cultura nacional para a comunidade surda brasileira: o "Cinema Nacional Legendado e Audiodescrito" (parceria com CCBB – RJ e também voltado para cegos) e o "Cinema Nacional Legendado - Versão Videoteca" (parceria com a Petrobras).



O Painel Legenda Oculta no Brasil é promovido há sete anos pela ARPEF e há quatro conta com o apoio do CCBB-RJ, onde discute a acessibilidade para os surdos. Entre os temas já abordados estão educação e cultura, lei da acessibilidade e comerciais para deficientes auditivos. O primeiro painel contou, inclusive, com o apoio do técnico Bernardinho e da seleção masculina de vôlei. O próximo evento será realizado no dia 13 de novembro, às 18h30, no CCBB-RJ, e abordará o tema "Avaliando as Conquistas", contando apenas com a presença de surdos na mesa de discussão.



Ao longo desses 20 anos, a ARPEF mostra que é possível oferecer às crianças e aos jovens surdos brasileiros uma vida com chances reais de inserção na sociedade.




CINEMA NACIONAL LEGENDADO – VERSÃO VIDEOTECA
Local: Cinemathèque Jam Club

Endereço: Rua Voluntários da Pátria, 53 – Botafogo - Rio de Janeiro

Data: 26 de novembro

Horário: 19h

--------------------------------------------------------------------------------

Assessoria de Imprensa - Armazém Comunicação

Atendimento: Priscila Corrêa

Telefones: 21. 3874-7111 / 9245-5059

Email: priscila@armazemcomunica.com.br


Outras notícias